31.10.08

Cozinha Japonesa

Esse post estou dedicando à minha querida amiga Marisinha que atualmente está curtindo comer sushi com o maridão!
Conheça abaixo um pouco sobre o Sushi e Sashimi (o básico).
Em outro post falarei um pouco mais sobre outras iguarias e ingredientes da Culinária Japonesa.



Sushi: É o mais famoso prato japonês no mundo. E o mais popular entre os japoneses, que os preparam em ocasiões especiais. Basicamente, o sushi pode ser definido como um bolinho de arroz coberto por peixes ou frutos-do-mar crus. De maneira geral, você deve comer o sushi de uma vez, enfiando-o todo na boca. Você pode utilizar as mãos ou os hashis para pegar os sushis; Há, no entanto, vários tipos de sushis, que mudam de nome conforme a forma de preparo ou os ingredientes utilizados. Confira os tipos mais conhecidos:
Nigiri: Pequenos bocados de arroz recobertos com fatias de peixes ou frutos do mar crus, sendo os mais comuns os de atum, camarão, enguia, lula, polvo, salmão e ovo frito;
Gunkan: Arroz enrolado por algas marinhas e recheado com peixe cru, frutos-do-mar, ovas de peixes ou legumes;
Norimaki: É um sushi às avessas. Neste tipo, o arroz recobre as algas, que, por sua vez, são recheadas com vários tipos de peixes, legumes e até frutas. No Brasil, a manga é utilizada na confecção deste tipo de sushi;

Temaki: Cones de algas recheados com arroz, peixe cru ou frutos do mar e legumes;
Como comer: Ponha um pouco de shoyu em um pequeno prato ou cumbuca. A maneira correta de embeber o nigiri sushi é virá-lo de cabeça para baixo, com a parte do peixe cru para baixo.
Poucos tipos de nigiri sushi devem ser comidos sem o shoyu.

Sashimi: Fatias de peixe cru degustadas com shoyu (molho de soja) e wasabi (raiz forte) misturados em um pequeno prato ou cumbuca. Embeba as fatias de peixe ou de frutos do mar crus na mistura e coma de uma só vez. Alguns tipos de sashimi são comidos com gengibre ralado em vez de wasabi. Os japoneses comem alguns diferentes tipos de peixes crus. É óbvio que o peixe tem de estar o mais fresco possível.Os mais populares tipos de sashimi são:
Maguro:atum
Toro: atum gordo
Ika: lula
Tako: polvo
Ebi: camarão ou lagosta
Saba: cavala (espécie de peixe)
Sake: salmão
Fonte e imagens: www.correiogourmand.com.br

29.10.08

Marrom glacê de alcachofra



Ingredientes

1 vidro de fundos de alcachofras (500ml)
500g de açúcar demerara (encontra em casas de produtos naturais)
1 pau de canela
2 cravos

Modo de preparo

Lave os fundos da alcachofra. Despeje metade do açúcar numa panela larga, ajeite as alcachofras e despeje a outra metade do açúcar com a canela e o cravo.
Deixe ferver por 5 minutos. Desligue o fogo, espere esfriar totalmente e volte a ferver.
Repita a operação por mas seis vezes.
Quando esfriar, ajeite os marrons de alcachofra numa compoteira. Sirva com chantilly e a própria calda de açúcar demerara ou com calda de chocolate.

Ed

Alcachofra

Para enviar alcachofras fresquinhas aos mercados de São Paulo, o produtor George Osako repete um ritual, há mais de 45 anos. Com os mesmo gestos, a mesma atenção, realiza a colheira sempre aos domingos, terças e quintas, em Piedade, SP.

Acorda cedo e às 6h30 já está com os ajudantes na plantação, que hoje ocupa 17 hectares. Suas alcachofras são uma pequena parte do que Piedade produz com as vizinhas Ibiúna , São Roque e Jundiaí, durante quase todo o ano. Mas é durante os meses de primavera que a alcachofra atinge seu ponto alto.

Com a mesma paciência com que ensina judô às crianças e mostra orgulhoso sua coleção de medalhas e troféus, Osako fala sobre a alcachofra, suas propriedades terapêuticas e como prepará-la.

Ele é o responsável por boa parte das alcachofras vendidas no Ceagesp. E também abastece lugares como a pousada e restaurante Ronco do Bugio (tel. 15 3299-8600), um pequeno paraíso encravado na pacata Piedade, com cardápio assinado pelo chef Eduardo Duó.

"Versátil, ela aceita todo tipo de cocção, fica uma delícia quente ou fria, em salgados e doces. Mas por ter fama de ingrediente caro, a alcachofra não se popularizou", diz Duó, que prepara risoto, wrap, massas recheadas e compota com o ingredientes.

"Até a água do cozimento rende um chá diurético e rico em vitamina C", ensina o chef.

Dicas:

Escolha alcachofras mais fechadas e com caule firme

Conserve em saco plástico, na geladeira, por até dez dias

Antes de preparar, lave bem em água corrente para retirar impurezas que ficam entre as pétalas

Cozinhe as alcachofras com água (até cobrir) , sal e um pouco de vinagre ou limão

Aproveite também o fundo e o miolo dos talos em receitas
Fonte: Jornal Super Guarulhos

28.10.08

Nhoque da vovó



Veja que forma diferente de se fazer nhoque! Achei bem interessante foge do tradicional. A receita e foto é de autoria de Maria Emilia Ferreira Meirelles, ficou entre as dez finalistas no Concurso Receita Milionária Knnor e ganhou o prêmio especial " receita prática".



Ingredientes

1 unidade de Sopa instantânea de creme de cebola com queijo parmessão
1 unidade de cremes da natureza mandioquinha com salsão
2 unidades de pão francês amanhecido triturado
2 copos (200 ml) de leite
100 gr de mortadela triturada
1 caixa de pomarola
1 pitada de ervas finas
1 colher de sopa (15 ml) de açúcar mascavo

Modo de preparo

Dissolva a sopa instantânea e o creme de mandioquinha no leite frio e leve ao fogo até engrossar.
Acrescente o pão triturado com o fogo ainda ligado. Misture.
Retire a panela do fogo e coloque a mortadela.
Depois de frio fazer pequenas bolinhas com a massa e cozinhá-las em água fervente.
Para o molho colocar todos os ingredientes numa panela e deixar apurar.


Ed

25.10.08

Raviolini Spoleto


Aproveitando hoje dia da Massa e do Macarrão, que tal fazer este Raviolini e saborear a luz de velas? Bom pedido!

Ingredientes - molho Spoleto

50 g pimentão amarelo e vermelho
50 g de tomate cortado em cubos
1/2 xícara de salsinha
1/2 xícara de cebolinha
3 cabeças de alho
1 cebola média cortada em cubos
2 colheres de azeite de oliva
1/4 xícara de creme de leite
1/4 xícara de flores para decorar
sal a gosto

Modo de fazer

Coloque em uma panela impermeável o azeite
Doure o alho, a cebola e o sal.
Junte o tomate e o pimentão e refogue
Adicione a salsinha e cebolinha e o creme de leite
Desligue o fogo antes de ferver o molho
Decore o prato com flores comestíveis (se não tiver flores, use a criatividade)

Histórico: Atualmente há grande variação de dimensões e formas de ravioli - uma delas, é o raviolini, um pouco menor que a versão original.

Os ravioli nasceram na Ilha da Sicília, berço de tantas outras delícias da culinária italiana. A palavra raviolo, singular de ravioli, vem do latim graviolo, que significa cheio, pesado. Mas como nos dialetos falados na ilha é costume comer os "g" antes dos "r" , graviolo se tornou raviolo.

Spoleto é a maior rede de culinária rápida italiana no Brasil


Ed

O maior prato do mundo


O maior prato do mundo, servido nos casamentos dos beduínos, os árabes do deserto, é o camelo assado.

São vários recheios, um dentro do outro: ovos cozidos dentro de um peixe assado, dentro de frango assado, dentro de um carneiro inteiro assado, dentro do camelo.
Esse churrasco a gente queria ver.


Viva o macarrão!



Em 25 de outubro comemora-se o Dia Internacional do Macarrão.
Mesmo que para alguns possa parecer piada, chefs de grandes restaurantes levam a data muito a sério - preparam até cardápios especiais.

Mamma mia

Não tem jeito. Apesar de ser uma invenção chinesa, o macarrão ganhou fama mundial pela mão (ou boca) dos italianos. Por isso, selecionamos uma receita digna de ser preparada pela nona.
É o Rigatoni com ragù bolonhesa, do chef Benny Novak, que comanda a cozinha da Tappo Tratoria (Rua da Consolação, 2967- Fone: (11) 3063-4864 ). Um prato que não exige nenhuma habilidade especial do cozinheiro, apenas um pouco de atenção.

Rigatoni com Ragù a Bolonhesa

Confira a receita do chef Benny Novak
Rendimento (04 porções)

Ingredientes

Rigatoni (400 g)
Carne moída (500 g)
* Pancetta ou Bacon (150g)
Cenoura (80 g)
Aipo (50g)
Cebola (80g)
Alho (01 dente)
Tomate sem pele e sem semente (400 g)
Vinho tinto (150 ml)
Sal e pimenta a gosto

Modo de preparo

Em uma panela, ferva alguns copos d’água e em seguida adicione a massa. Deixe cozinhar até ficar al dente (entre sete e dez minutos) e reserve.
Corte a * pancetta (ou bacon), a cenoura, o aipo, a cebola e o alho em pedaços bem pequenos. Em uma caçarola, frite a pancetta, adicione os vegetais e refogue em fogo baixo.
Tempere a carne moída com sal e pimenta e adicione à panela.


Deixe fritar em fogo médio e derrame o vinho. Quando começar a ferver, coloque o tomate. Quando voltar a ferver, abaixe o fogo e deixe cozinhar por aproximadamente uma hora e meia.Na hora de servir, coloque o molho sobre a massa.


Fonte:www.onne.com.br

* Pancetta: é aquele tipo de coisa que não dá pra confundir. É Itália demais.
Diz a lenda que pancetta é bacon de italiano. Não é. Pancetta é talvez um dos mais saborosos adornos para as massas, o suprasumo do toucinho. Seu talento é o sabor levemente picante, mas muito suave ao mesmo tempo. A boa pancetta é básica, quase que adocicada, bem menos salgada que o presunto cru ou o salame.

Ela é feita a partir da remoção de toda a carcaça da peça do porco, criado solto, e da posterior condimentação da carne concentrada com sal, pimenta-do-reino branca e iguarias como canela, cravo, noz-moscada, nozes, pimenta calabresa, louro, zimbro, aipo, cascas de laranja e limão e mostarda, dentre outros. É, então, curada — e não defumada —- por quase 15 dias e então enrolada em um formato similar ao do salame.

24.10.08

Picanha na cerveja escura


Que tal fazer algo diferente para o almoço de domingo, uma picanha? Fácil, fácil.

Ingredientes

1 picanha bovina
1 pacote de creme de cebola
2 latas de cerveja escura
azeite a gosto

Modo de preparo

Coloque a picanha em uma panela de pressão untada com azeite para não grudar e vá virando a carne com uma colher de pau até ela ficar bem dourada.

Retire o óleo que ficou na panela e polvilhe toda a picanha com o creme de cebola. Em seguida despeje as duas cervejas. Tampe a panela e, assim que começar a pressão, conte 20 minutos e desligue o fogo.

Decore uma bandeja em que colocará a picanha com folhas de alface e tomates ou outras verduras de sua preferência. Corte a picanha em tiras transversais sem ir até o fim.

Despeje o molho que ficou na panela de pressão por cima e pronto!

Dica: Esta cerveja deve ser aquela mais docinha, não a amarga.

Rendimento: 6 porções

Ed

23.10.08

Paella Rio-Grandense


Obviamente esse prato não tem nada a ver com a "paella" espanhola, apesar de ter um modo de preparo muito semelhante. Utiliza carnes de bovino e suíno e parece ser muito gostoso. Que tal experimentar? Vamos lá.

Ingredientes

50 g de bacon
2 dentes de alho
200 g de linguiça calabresa
200 g de lombo suíno
200 g de coração de galinha
200 g de alcatra
200 g de carne de frango
1 cebola
1 pimentão ( pode ser metade verde ou amarelo, ou vermelho)
1 tomate
1/5 lata de milho
3 xícaras de arroz
1 xícara de vinho tinto
1 xícara de suco de laranja
4 xícaras de caldo de carne
6 xícaras de água

Modo de preparo

Aqueça a panela própria para paella ou uma frigideira ampla. Coloque o bacon bem picado e refogue até dourar.
Acrescente o alho, a linguiça em pedaços e a carne suína cortada em cubos. Deixe refogar por alguns minutos e adicione os corações de galinha partidos ao meio, a carne bovina e também a de frango, cortadas do mesmo tamanho.
Misture bem, abaixe o fogo e deixe cozinhar por 10 minutos.
Acrescente a cebola e o pimentão cortados em pedaços iguais aos das carmes; depois, o tomate cortado no tamanho da cebola e o milho, mexendo sempre.
Junte o arroz, mas sem misturar. Por fim, adicione os líquidos, bem distribuídos sobre o arroz: primeiro o suco, depois o vinho tinto, e o caldo.
Espere começar a ferver e abaixe o fogo.
A paella deve cozinhar, na panela sem tampa, cerca de 45 minutos.
Vá acrescentado água aos poucos para não secar.
Quando estiver cozido na superfície, é hora de servir, acompanhado de queijo ralado e salsinha picada. Demais não?

Ed

22.10.08

Mocofava



Hoje estava folheando o jornal numa página de culinária e me deparei com uma foto de uma Mocofava e quis saber um pouquinho mais sobre este prato saboroso da culinária Nordestina.

Há muitos anos atrás fui com alguns amigos à uma casa do Norte experimentar o quitute.

Pesquisando sobre o assunto na Net, descobri que este lugar ainda existe, se chama Mocofava, tem até site agora e continua lá no Mandaqui.


A família tem 3 casas: uma na Vila Medeiros (Mocotó) uma na Vila Aurora e essa que eu conheço.
A receita abaixo é uma adaptação da tradicional Mocofava (do próprio Restaurante da família, um pouco modificada pois há procedimentos que são inviáveis para se fazer em casa) , que é feita da combinação do Mocotó com a Favada preparados separadamente. É uma ótima receita para reunir os amigos.

Mocofava

Ingredientes

- 1 pé de boi (mocotó)
- 1 kg de fava
- 500g de carne-seca dessalgada
- 300g de lingüiça calabresa
- 200g de bacon
- 1 limão
- 1 cebola
- 3 tomates
- 1 pimentão
- 2 dentes de alho
- 1/2 xícara de vinagre tinto
- manteiga de garrafa para refogar
- sal e pimenta a gosto
- cominho
- colorau
- cebolinha verde
- coentro
Preparo

1. Cozinhe a fava com o bacon até que fique macia.
2. Lave bem o pé de boi e leve à panela de pressão, cozinhe por aproximadamente 50 minutos ou até a carne começar a desprender dos ossos. Corte os pedaços maiores de carne e junte ao caldo, descartando os ossos. Junte tudo à fava.
3. Cozinhe a carne-seca e a lingüiça separadamente até ficarem macias, corte em cubos e junte à fava.
4. Refogue na manteiga de garrafa o alho, os tomates, a cebola e o pimentão, tudo bem picadinho e junte ao caldo.
5. Tempere à gosto e deixe ferver por uns 15 minutos. Se precisar encorpar o caldo bata um pouco da fava no liquidificador. Use bastante cheiro verde e sirva com pimenta e limão à parte.
Fica aqui a dica!

Mocofava- Rua Ires Leonor, 237 - Mandaqui - Fone: 2231-9044
Mocotó - Avenida Nossa Senhora de Loreto, 1100 - Vila Medeiros - Fone: 11 2951-3056

Risoto de Frango


Sabe aquele franguinho que sobrou do almoço e você não sabe o que fazer?
Aproveite a receita que deixamos pra você.
Bom apetite!

Ingredientes


- 4 colheres (sopa) de azeite
- 1 cebola
- Sobras de frango sem osso
- 1 tomate (sem sementes)
- 1 lata de ervilha
- 1 lata de milho verde
- ½ xícara (chá) de azeitonas
- ½ xícara (chá) de cebolinha verde
- 1 lata de molho de tomate -
4 xícaras (chá) de arroz cozido ( arbóreo ou comum)
- temperos à gosto
- queijo ralado para polvilhar


Preparo

Em uma panela, aqueça o azeite e refogue a cebola. Junte o tomate picado, o peito de frango cozido e desfiado, sal, molho de tomate, ervilha, milho verde e azeitonas.
Misture a cada ingrediente adicionado. Cozinhe por aproximadamente 5 minutos. Acrescente o arroz cozido e mexa para se agregar. Desligue.
Polvilhe cebolinha e queijo ralado.
DICA: Cozinhe o peito de frango com caldo de galinha.

20.10.08

Café da manhã

Saia na frente fazendo da principal refeição do dia - o café da manhã - uma aliada para atingir seus objetivos
Seu objetivo é perder peso

1 xícara de chá verde
1/2 mamão papaia com 1 colher (sopa) de linhaça em pó
2 torradas integrais com queijo cotagge
calorias: 199 cal

Opção
1 iogurte desnatado (200 gr)
4 fatias pequenas de melão
2 fatias de pão de fôrma com queijo cottage
calorias: 390 cal


Os Benefícios


Pular o café da manhã não emagrece ninguém.
Só vai adiar a fome. Aposte na combinação sugerida.
O chá verde estimula o metabolismo e acelera a queima de gordura. As torradas integrais e a linhaça são ricas em fibras e carboidratos complexos, que dão a sensação de saciedade por mais tempo.

Acabaram as desculpas, certo?
Seu objetivo é Ganhar massa
Se você malha:
Pré treino


3 fatias de pão com requeijão
1 copo (250 ml) de suco de laranja natural
1 banana média
calorias: 505 cal

Opção (pré treino)
1 copo de leite de soja e frutas
2 fatias de pão integral de linhaça com cream cheese e
2 fatias de blanquet de peru
1 iogurte desnatado com 2 colheres (sopa) de granola
calorias: 348 cal

Pós treino


1 copo de vitamina feita com leite (200 ml),
mamão (2 colheres) e
aveia (2 colheres)
1 omelete (proporção de 4 claras para 2 gemas)
3 fatias de pão integral
calorias: 559 cal

Os benefícios
Você conhece a teoria: para aumentar o pique, invista em carboidratos antes de malhar. E coma proteínas depois do treino para construir os músculos. Por isso, este café foi pensado em duas partes, a serem consumidas pré e pós- musculação. A primeira é rica em carboidratos (presentes na banana e no pão), enquanto a segunda carrega nas proteínas (do leite e da omelete, principalmente).

Aguarde que virão dicas: como ativar o cérebro, desintoxicar e ganhar energia imediata!

Ed

Alimente o visual

Dê up na fachada comendo certo e ganhe juventude pela boca

Além de fazer bem para o corpo, alguns alimentos funcionam como uma verdadeira recauchutagem na lataria. Ou seja, comê-los com frequência é como fazer plástica geral no visual. Saiba onde e como você pode dar uma esticadinha.

1- Golpe na calvíce

Segure a cabeleira comendo ovos: o ferro previne a queda, o enxofre combate os fios quebradiços e a vitamina B ajuda a espantar o estresse. Tenha como meta seis por semana: feitos sem óleo.

2- Limpe os olhos

Coloque a cara em ordem com a fonte de poder do Popeye. Espinafre tem os carotenóides luteína e zeaxantina, que mantêm os olhos claros. Coma o vegetal três vezes por semana.

3- Mais jovem

Coma três goiabas por semana. Com cinco vezes mais vitamina C do que a laranja, ela é rica em antioxidantes que combatem os radicais livres, responsáveis pelo envelhecimento precoce. Bônus: protege contra o câncer de próstata.

4- Fim do nariz de rena

Acabe com o nariz vermelho pós-bebedeira comendo morango. "Ele estimula a produção de substância vasodilatadora, que melhora a circulação", explica a nutricionista Daniela Jobst.

5- Cortina antifumaça

Poluição e cigarro limam a vitamina E da sua pele. Para reverter o quadro, coma abacate. Apenas um por semana, pois é calórico. Mas não importa o quanto coma, lavar o rosto é obrigatório.

fonte: Revista MH

19.10.08

Agora eu sei fazer Brownie!


Sempre gostei do tal do Brownie, mas achava que era difícil conseguir fazê-lo e deixá-lo com aquela casquinha crocante por cima.

Porém meus problemas acabaram!
Fui fazer compra esta semana e a Dona Benta está vendendo Brownie em caixinha pra fazer em casa.Super rápido! Eu tinha umas castanhas do Pará e acrescentei à receita original e ficou ótima.

Boa pedida.É uma sobremesa deliciosa.Melhor ainda se for servida com uma bola de sorvete...Humm..
Fica aqui minha dica!

18.10.08

Domingo é dia de massa!


Gosto bastante de massa e tenho uma receita muito prática de Penne à Gorgonzola que é deliciosa e vapt-vupt.

É tão boa que eu sei de cabeça!


Penne à Gorgonzola


Ingredientes


1 pacote de 500grs de macarrão tipo Penne
1 caixinha de 500 grs de molho de tomate peneirado
250 ml de àgua
120 grs de queijo tipo gorgonzola
1 dente de alho bem picadinho(opcional)
1 colher de sopa de óleo para refogar o alho
1 caixinha pequena de creme de leite Nestlé
queijo parmesão ralado à gosto

Obs: nesta receita não acrescento sal pois o gorgonzola já é bem salgado.


Preparo


Numa panela grande coloque o macarrão para cozinhar até ficar al dente
Em outra panela refogue o dente de alho bem picadinho com o óleo e coloque o molho de tomate.
Acrescente a àgua e deixe ferver um pouquinho.Acrescente o queijo gorgonzola picadinho e mexa bem até dissolvê-lo no molho.
Escorra o macarrão e reserv
Desligue o fogo do molho e acrescente o creme de leite, mexendo bem.
Disponha o macarrão num refratário de vidro, jogue o molho por cima e salpique o parmesão ralado e bom apetite!

16.10.08

Pudim de pão


Nossa amiga Miriam é chegada na arte culinária também e mandou mais essa para nós. (Eu já provei desse pudim e aprovei).

Ingredientes

6 pãezinhos amanhecidos
1/2 litro leite
1 copo de açúcar
raspa de limão
opcional: noz moscada, uva passa e frutas cristalizadas

Modo de preparo

Em uma tigela grande, colocar o leite, e embebedar os pãezinhos cortados em fatias. Misture o açúcar, as raspas do limão e o ingrediente escolhido do opcional, mexer bem.

Fazer uma calda caramelada de açúcar na própria assadeira e colocar a massa do pudim. Levar para assar em forno médio durante aproximadamente 1 hora.

OBS: Se desejar, misture um pouco da calda na massa fica muito bom.

Ed

Dicas da vez


Dicas que depende de nós.

Plantio

Sabia que entre os produtos agrícolas que mais recebem agrotóxicos no Brasil estão o tomate, a batata inglesa, o morango e o mamão papaia. Para se ter uma idéia, no processo de produção das uvas rubi e itália são aplicados cerca de 40 produtos químicos. Por isso a importância de uma escolha crítica do que ingerimos.

E os resíduos?

Muita gente não sabe, mas o óleo de cozinha pode ser reciclado e virar sabão. Despejá-lo no ralo ou esgoto ou colocá-lo num vidro para jogar no lixo é um dos maiores erros que podemos cometer. Para uma atitude mais consciente, leve seu óleo em postos de coleta para reciclagem. O Pão-de-Açúcar é um deles.

De olho no bolso

Preocupar-se com o meio ambiente é também ver vantagens no bolso. Desligar os aparelhos elétricos e eletrônicos das tomadas pode representar uma redução de 15% na conta de luz. Mas não vale manter a luz vermelhinha, de stand-by, ou o relógio do microondas funcionando. Tem de tirar tudo da tomada!

Compra consciente

Comprar de maneira consciente é saber se todas os processos pelos quais um produto passou tiveram preocupação ambiental. Você pode se perguntar de que maneira aquele produto foi confeccionado, embalado, transportado, distribuído e como se dará seu descarte.

Soluções caseiras

É possível diminuir os resíduos de agrotóxicos na nossa alimentação: prefira legumes, verduras e frutas da estação, que têm menos defensivos e hormônios. Outra dica é lavá-los numa solução de detergente e água pura ou em mistura de água e vinagre. Deixe-os de molho de 15 a 20 minutos e enxágue-os.

15.10.08

Você sabe o que é Tanorexia?



Os adeptos da pele sempre bronzeada passam quase despercebidos no verão, mas acabam se destacando no inverno pelo dourado permanente no corpo.

Essas pessoas nunca acham que estão suficientemente morenas e perder uma sessão de sol ao ar livre ou de bronzeamento artificial causa ansiedade.


As vítimas da tanorexia que vem do verbo em inglês "to tan", bronzear-se, são obcecadas em manter o corpo bronzeado.


Este transtorno, cuja existência não é 100% aceita pela comunidade médica, costuma atingir homens e mulheres de entre 25 e 35 anos, mas já há muitos casos entre adolescentes de 16 a 18 anos.


Segundo um estudo elaborado pelo Centro sobre Câncer Fox Chase com 400 estudantes da Universidade da Virgínia (Estados Unidos) e publicado no "American Journal of Health Behaviour", 40% declararam ter começado a fazer bronzeamento artificial com apenas 17 anos.
Os tanoréxicos ignoram as estações do ano e não se importam com o método utilizado para conseguir o objetivo. Seja tomando sol ou em máquinas de bronzeamento artificial, a obsessão é por estar sempre morenos.


Não se sabe se são tanoréxicos, mas alguns famosos aderiram há anos à moda do eterno dourado, como é o caso da ex-Spice Girl Victoria Beckham, que inclusive já teria desmaiado em uma sessão de bronzeamento artificial.


Sempre preocupada com a aparência, a atriz Jennifer Lopez é outra celebridade que gosta de ressaltar o dourado da pele. Na praia com o marido, Marc Anthony, ou nas máquinas de bronzeamento, a bela não perde uma chance de manter a pele morena.O estilista italiano Valentino é outro que parece ser adepto das câmaras de bronzeamento, já que não apresenta suas coleções sem exibir a pele sempre morena.


A apresentadora Xuxa também sempre faz questão de mostrar um tom mais moreno de pele, que garante ter adquirido de forma natural, tomando sol sempre que possível.


O cantor mexicano Luis Miguel, curiosamente conhecido como "El Sol", é outro que gosta de manter o bronzeado. Ele tem residências em Acapulco e Los Cabos, no México, onde toma sol, e ainda dispõe de uma máquina de bronzeamento que leva com ele em suas viagens.


Causas e conseqüências


Segundo o estudo do Centro sobre Câncer Fox Chase, o culto ao corpo é a principal motivação para que algumas pessoas fiquem horas se bronzeando ao sol ou apelem às máquinas de bronzeamento artificial, que causam maior dependência.


A dependência às máquinas de raios UVA é causada, segundo os pesquisadores, pela endorfina, substância gerada no cérebro que produz um efeito relaxante e faz com que o indivíduo se sinta bem.Esta obsessão pode acarretar conseqüências muito graves, como o fotoenvelhecimento prematuro ou o câncer de pele, um dos tipos de câncer mais freqüentes, que em 90 % dos 2 milhões de novos casos diagnosticados a cada ano no mundo ocorrem em conseqüência das radiações ultravioleta.


Dos 400 estudantes da Universidade da Virgínia que participaram da pesquisa, 27% se declararam tanoréxicos e são, portanto, potenciais vítimas deste tipo de câncer. Diante desta realidade, os dermatologistas tentam ao menos insistir na importância de evitar ou controlar a exposição ao sol e usar diariamente filtro solar fator 30.
Com o surgimento de qualquer mancha, o conselho é procurar um médico para avaliar e recomendar um tratamento específico que ajude a nutrir a pele.

Por Jean-Arsène YaoEfe-Reportagens ( Fonte: Yahoo)

14.10.08

Torta folhada de atum



Já que estamos falando de dietas e coisas lights, que tal uma receita boa pra vc não sair da linha?
É o tipo de receita que vc não precisa pensar muito.


Ingredientes

200 g de massa folhada ( a venda em hipermercados)
1 lata de atum ralado em conserva light
300 g de tomate-cereja
2 colheres (sopa) de mostarda
60 g de queijo parmesão ralado
100 ml de creme de leite light
2 ovos
1 pitada de noz-moscada
sal e pimenta-do-reino moída a gosto
alecrim para decorar
manteiga e farinha de trigo para untar e enfarinhar

Modo de Preparo

1. Preaqueça o forno a 180°C (temperatura média).
2. Lave bem os tomates sob água corrente. Com uma faca, corte-os ao meio. Reserve.
3. Numa superfície lisa e enfarinhada, abra a massa folhada com a ajuda de um rolo.
4. Unte e enfarinhe uma forma de fundo removível (22 cm de diâmetro).
5. Forre o fundo e a lateral (3 cm de altura) da fôrma com a massa. Com um garfo, fure a massa. Cubra com papel-manteiga e despeje feijão cru, o suficiente para fazer peso.
6. Leve ao forno para assar por 10 minutos.
7. Retire a massa do forno, despreze o feijão e o papel-manteiga.
8. Com uma colher, espalhe a mostarda e metade do parmesão ralado, cobrindo o fundo da massa. Em seguida, distribua o atum escorrido e os tomates-cereja cortados.
9. Numa tigela, junte os ovos e o creme de leite e misture bem com um garfo até obter um creme homogêneo. Tempere com sal, pimenta-do-reino e a noz-moscada.
10. Transfira o creme para a fôrma e polvilhe com o restante do parmesão ralado.
Leve a torta ao forno para assar por 40 minutos, ou até que a superfície comece a dourar.
11. Retire do forno e sirva em seguida.

Os falsos amigos da sua dieta


Você pensa que eles estão do seu lado na luta contra a balança. E, na verdade, sabotam seu esforço para emagrecer.

Todo mundo tem um conselho pronto para quem quer emagrecer: coma muita fruta, prefira produtos diet, exercite-se ao máximo, deixe de almoçar ou jantar. Mas, Cuidado. Certos erros alimentares podem sabotar sua luta para perder peso e manter-se saudável. Conheça alguns desses falsos aliados de seu corpo.

ALIMENTOS LIGHT E DIET

Como eles enganam você: nem todo produto light é menos calórico. "Esses alimentos apresentam pelo menos 25% de redução de um ingrediente em comparação ao produto original, como carboidratos, gorduras, proteínas ou sódio. Porém, isso não implica uma redução de calorias. Se a diminuição for de sódio, por exemplo, o valor calórico continua intacto", explica Anete Hannud Abdo, endocrinologista do Projeto de Atendimento ao Obeso (Prato), do Hospital das Clínicas de São Paulo.

Produtos diet também podem ser bem calóricos. Indicados para quem segue dietas restritivas (como diabéticos, hipertensos ou alérgicos à lactose), neles foi eliminado pelo menos um componente da fórmula original. "O chocolate diet, apesar de sem açúcar, pode ter mais gordura e, portanto, mais calorias do que o chocolate normal", observa a médica.

Como você não se deixa enganar: leia atentamente o rótulo do produto para saber qual é o nutriente que saiu da fórmula e se ele é realmente menos calórico. E não se esqueça de que, sozinhos, esses produtos não emagrecem. "Você pode incluí-los na dieta, mas não torná-los base do cardápio. Só uma alimentação equilibrada proporciona perda de peso", diz a nutricionista Vanessa Schmidt, de São Paulo.

Na hora da compra, a especialista recomenda que se dê preferência aos produtos normais e se opte pela versão light apenas dos alimentos mais calóricos, como maionese. "Produtos light ou diet também podem ter adoçantes artificiais, como ciclamato, sacarina e aspartame, que, ingeridos em excesso, são perigosos para a saúde, pois prejudicam a absorção de nutrientes como ferro e potássio", alerta a nutricionista.

FRUTAS

Como elas enganam você: incluir muitas frutas na dieta ajuda você a não engordar, certo? Errado. A frutose, o açúcar das frutas, encontrado também em refrescos, geléias, chocolates em barra e em pó (o cacau contém frutose), é um carboidrato que pesa na balança.

Uma pesquisa recente da Universidade de Cincinnati, nos Estados Unidos, e do Instituto Alemão de Nutrição mostrou que esse carboidrato simples, apesar de rapidamente metabolizado pelo organismo, pode favorecer o acúmulo de gordura. No experimento, três grupos de cobaias tomaram água, água com frutose e refrescos com frutose. Não deu outra: os bichos que ingeriram líquidos com o açúcar ganharam mais gordura do que aqueles que saciaram a sede só com água.

Outra boa razão para evitar o exagero: "A frutose também dificulta o controle do diabetes e aumenta o nível de triglicérides", avisa a endocrinologista Anete Hannud Abdo.

Como você não se deixa enganar: "O ideal é limitar o consumo diário de frutas a três ou quatro por dia, no máximo. E ainda assim dar preferência às variedades menos doces", ensina Vanessa (veja a tabela dos valores calóricos das frutas nesta página).

PULAR REFEIÇÕES

Como isso engana você: deixar de lado uma refeição (almoço ou jantar, por exemplo) parece um jeito fácil de comer menos. Mas, na verdade, a matemática da boa forma funciona ao contrário: menos refeições geram mais peso na balança. "Se você fica muito tempo sem comer, seu organismo tem medo de passar fome e, para se prevenir, começa a estocar gordura", explica a nutricionista Vanessa Schmidt.

Quem salta refeições durante o dia também costuma ficar com um apetite incontrolável ao passar das horas, e o resultado é o "prato de pedreiro". "Na próxima refeição, acaba-se comendo mais", diz Anete.

Como você não se deixa enganar: faça várias refeições pequenas ao longo do dia: café-da-manhã, lanche matinal, almoço, lanche da tarde, jantar e uma ceia leve. E não tenha pressa à mesa: quando você come muito rápido, nem se dá conta do que está mandando para dentro e tende a exagerar. "O cérebro não tem tempo de processar a mensagem de que o número necessário de calorias para matar a fome já foi atingido", esclarece a médica.

CAFÉ

Como ele engana você: estudos recentes defendem que a ação estimulante da cafeína acelera o metabolismo e contribui para a queima de calorias. Isso é fato: "O consumo habitual de seis xícaras de café pode aumentar o gasto energético em aproximadamente 100 calorias por dia", explica a endocrinologista. A substância também produz no corpo um efeito térmico, aumentando o consumo de energia para metabolizar os alimentos.

Até aí, tudo bem. O problema é que diversos outros estudos demonstraram que os resultados dessa tática são pouco evidentes em pessoas obesas. Além disso, tudo indica que a cafeína aumenta o risco de desenvolvimento de doenças cardiovasculares e osteoporose. "Embora sejam necessários maiores estudos para confirmar essa relação, isso limita a indicação indiscriminada do café para a perda de peso", afirma Anete.

Como você não se deixa enganar: não adianta recorrer ao cafezinho várias vezes por dia para diminuir sua ânsia por guloseimas. "Além de não eliminar a vontade de comer doces e massas, tomar muito café provoca ansiedade", diz Vanessa. Sabe qual o efeito dominó? Quanto mais ansioso você está, mais sente vontade de comer e mais engorda.

EXERCITAR-SE ALÉM DA CONTA

Como isso engana você: não compensa passar longas horas na academia (a não ser que seu interesse principal seja paquerar) achando que quanto mais malha, mais emagrece. "A perda de peso está relacionada a uma equação entre comida e exercício físico, ou seja, o consumo e o gasto de calorias", diz o personal trainer Christian Antoniazzi, de São Paulo, consultor da Men's Health. Traduzindo: não adianta se exercitar durante horas e mandar bala na comida depois. Se seu gasto de energia é muito grande, você sente mais fome e exagera no prato.

Como você não se deixa enganar: seu balanço calórico deve ser negativo, ou seja, você tem de gastar mais calorias (não apenas se exercitando, mas também nas atividades normais do dia-a-dia) do que ingere. Em vez de ficar duas horas na academia, exercite-se três ou quatro vezes por semana, durante 30 minutos a uma hora. Os exercícios de alta intensidade também não são seus melhores aliados para perder peso, porque podem queimar as calorias erradas. "Eles eliminam mais calorias provenientes da ingestão de carboidratos (75%) do que de gorduras (25%), enquanto os exercícios de baixa intensidade queimam mais calorias de gorduras (75%) do que de carboidratos (25%)", alerta a médica Anete Abdo.

PROTEÍNAS

Como elas enganam você: "Quer mais massa muscular? Coma bastante proteína. Seu objetivo é perder peso? Vá de proteína também". É nesse mantra que se baseiam dietas famosas, como a do Dr. Atkins. Entretanto, mesmo se você cortar os carboidratos (encontrados em massas, pães, frutas, arroz e batata) e priorizar as proteínas (da carne e dos laticínios, por exemplo), como sugerem essas dietas, arrisca-se a engordar. "Cada pessoa tem um nível de absorção de proteína. Quando ultrapassado esse limite, o que vem a mais é transformado em gordura", explica a nutricionista Vanessa Schmidt.

Além disso, o funcionamento do organismo pode ser prejudicado quando se diminui a ingestão de carboidratos, porque é deles que o corpo retira energia. Ainda não se convenceu? A nutricionista explica que, nas dietas que cortam carboidratos, o metabolismo pode entrar no estágio de cetose, situação bioquímica anormal em que o corpo, sem carboidratos para usar como fonte energética, utiliza os depósitos de gordura como combustível. Em conseqüência, substâncias tóxicas são liberadas para as células, podendo provocar enjôos, náuseas e dor de cabeça.

Como você não se deixa enganar: capriche na ingestão de proteínas apenas se você pratica esporte ou quer ganhar massa magra na musculação. "Quem treina precisa de suplementação alimentar, pois as proteínas ajudam a reestruturar os músculos que são exigidos durante o exercício", explica Vanessa. Preste atenção também no que você coloca no prato: as dietas que cortam carboidratos e liberam proteínas geralmente não estabelecem limites para o consumo de alimentos que têm alto teor de gordura ou colesterol - como picanha, bacon, ovos e queijos gordos -, que podem aumentar o risco de desenvolvimento de doenças cardiovasculares, entre outros prejuízos à saúde.

BEBIDAS LIGHT E DIET

Como elas enganam você: refrigerantes e sucos com o mesmo 0% de caloria podem fazer você comer mais. Essa surpreendente descoberta saiu no International Journal of Obesity (EUA). Os pesquisadores partiram daquilo que já se sabia sobre o metabolismo: alimentos doces produzem sensação de saciedade porque o cérebro associa a ingestão de alto teor de açúcar com a absorção de elevadas quantidades de calorias. Bebidas light causam uma espécie de curto-circuito nesse processo de informação. Como são doces mas não têm calorias, confundem o organismo. Resultado: a sensação de saciedade dura pouco e a fome logo volta.

Como você não se deixa enganar: os refrigerantes com zero de açúcar podem ser grandes aliados da sua dieta se consumidos com moderação. Em algumas marcas, o sabor adocicado é obtido pela adição de substâncias artificiais, como aspartame e ciclamato de sódio. Esse último teve sua venda proibida nos anos 70, quando havia a suspeita de que poderia estar associado a alguns tipos de câncer. "Por falta de conclusões científicas, essa substância foi liberada recentemente em mais de 50 países, inclusive no Brasil", conta a nutricionista Tânia Rodrigues, de São Paulo. Mas, segundo ela, é melhor não vacilar e seguir ao pé da letra as recomendações de consumo que estão no rótulo do refrigerante. "Uma pessoa de 70 quilos não pode ingerir mais que 2 litros por dia desse tipo de refrigerante", diz Tânia.

ALIMENTOS INTEGRAIS
Como eles enganam você: se você comia duas fatias de pão de fôrma branco e agora devora três porque optou pela versão integral, equivocou-se. É verdade que há inúmeros benefícios em preferir pães, massas e biscoitos integrais. Ricos em fibras, eles melhoram a função intestinal, ajudam a diminuir as taxas de açúcar no sangue e a controlar o colesterol. Entretanto, eles podem ser altamente calóricos.

Como você não se deixa enganar: "Não aumente o consumo de determinado alimento só porque ele é integral", adverte a nutricionista Vanessa Schmidt. Mas não depreze os pães e massas feitos de farinha integral, pois as fibras atrapalham a digestão dos carboidratos e fazem o açúcar cair mais lentamente na circulação, aumentando a sensação de saciedade. Com os alimentos refinados, é o contrário: ocorrem picos de açúcar no sangue, deixando você faminto pouco tempo depois de comer. "Quando você come um prato de massa refinada, por exemplo, depois de meia hora já sente fome", explica Vanessa.

Fruto proibido?

Conheça o valor calórico das frutas e avalie como elas pesam na sua dieta, segundo a nutricionista Vanessa Schmidt

• Morango
12 calorias por unidade (uma xícara cheia: 45 calorias)

• Ameixa preta
16 calorias por unidade

• Ameixa vermelha
25 calorias por unidade

• Jabuticaba
28 calorias (meio copo)

• Manga
39 calorias (uma fatia média)

• Maracujá
45 calorias por unidade

• Abacaxi
50 calorias (uma fatia fina)

• Laranja
50 calorias por unidade

• Kiwi
50 calorias por unidade

• Pêssego
50 calorias por unidade

• Mamão formosa
50 calorias (uma fatia fina)

• Melão
50 calorias (uma fatia grande)

• Melancia
50 calorias (uma fatia grande)

• Mamão papaia
55 calorias (meia unidade)

• Abacate
60 calorias (um prato raso)

• Banana-maçã
70 calorias por unidade

• Banana-ouro
79 calorias por unidade

• Pêra
80,6 calorias por unidade

• Banana-prata
89 calorias por unidade

• Caqui
95 calorias por unidade

• Banana-nanica (ou d´água)
95 calorias por unidade

• Maçã
97,5 calorias por unidade

• Uva rubi
83 calorias (cacho pequeno)



Fonte: Revista MH

Como neutralizar o odor


Mão cheirando alho e apartamento exalando gordura? Da próxima vez, siga estas receitas. Elas foram testadas e aprovadas por legítmas donas-de-casa, no Laboratório de Higiene dos alimentos, da Universidade de Brasília (UnB).

Mãos

Depois de manusear alho, cebola e até peixes, use pasta de dentes. "Esfregue nas mãos para facilitar a lavagem com sabão", explica a nutricionista do laboratório, Adriana Lima. Mergulhe as mãos em leite também ajuda, pois absorve o odor.

Ambiente

Odores de peixe e de tempero espalham-se pela casa. "Sempre que você preparar algo que vá liberar cheiro muito forte, cozinhe casca de laranja, de limão e cravo ou canela numa panela ao lado", sugere Adriana.

Geladeira

Ao abrir, de repente, vem aquele cheiro de todas as comidas misturadas. Pior: aos poucos ele domina a cozinha. Deixe lá dentro um pedaço de carvão ou um pote com leite e baunilha ou com bicarbonato de sódio dissolvido em água.

Microondas

Coloque um copo de água e duas rodelas de limão por dois minutos, na potência alta. Depois limpe com detergente e seque com papel-toalha o interior do aparelho. Poucos cheiros resiste, - infelizmente o da pipoca com manteiga é um deles.

Travessa & Cia.

Guarde a borra do café. "Esfregue nas panelas e, em seguida, lave-as com água e sabão", ensina Adriana. "É como se ela absorvesse o odor e eliminasse na lavagem".

Fonte: Revista MH

13.10.08

Bacalhau à Gomes de Sá

Esta receita vai para os apreciadores de bacalhau. É do suplemento Paladar, cozinheira de madame.

Ingredientes

1 kg de bacalhau dessalgado
1 1/2 pimentão vermelho em tiras
1 pimentão verde em tiras
2 cebolas em rodelas
4 dentes de alho picados
1 xícara (chá) de azeitonas (embora não é mencionado na receita, eu prefiro a preta)
5 batatas em rodelas
salsa e azeite

Modo de preparo

Para dessalgar, ponha o bacalhau em uma tigela com água e deixe na geladeira por 24 horas.
Em outra água, ponha para ferver por 15 minutos (ou até ficar macio). Retire e, na mesma água, cozinhe as batatas. Reserve. Refogue no azeite a cebola, o alho e os pimentões e acrescente o bacalhau e as batatas. Nessa hora é importante não mexer com a colher. Mexa a panela até misturar os ingredientes. Ponha mais azeite e polvilhe com salsinha. Decore com ovo cozido e sirva com arroz branco.

Ed

12.10.08

Truques para abaixar o colesterol


Pequenas mudanças nos hábitos alimentares revertem o aumento das taxas. Ele é como uma faca de dois gumes: é essencial na produção hormonal, mas, em excesso, se transforma em risco à saúde. Certamente você já deve ter sido alertado sobre os perigos de não controlar as taxas de colesterol, esse, muitas vezes, incompreendido.


O cardiologista e nutrólogo do Hospital do Coração, Daniel Magnoni, explica que, quando os níveis estão acima do indicado, as frações da gordura ficam mais disponíveis na circulação. Entre estas frações, encontra-se o LDL, considerado como colesterol ruim.


Ele se deposita na parede interna das artérias e inicia o processo de acúmulo de gorduras, levando ao entupimento das veias.
Os excessos podem ser gerados por duas razões: fatores genéticos ou hábitos alimentares errados. O que acontece é que cerca de 70% do colesterol produzido vem do fígado.
Ambos os casos podem ser revertidos com alguns acertos no menu diário. Daniel explica que, quando as calorias da dieta são ultrapassadas, o organismo passa a armazená-las para um eventual período de falta. Esse armazenamento é feito em forma de colesterol.

Se você detectou que suas taxas de colesterol estão acima do recomendado, ou ainda, se quer evitar o aumento perigoso à saúde do coração, alguns truques precisam ser colocados em ação.

Troque as versões integrais pelas desnatadas.
A recomendação está relacionada aos alimentos de origem animal, devido à grande quantidade de gordura saturada que apresentam. Na lista dos campeões neste tipo de gordura estão queijos amarelos, leite integral, carnes gordas e pele de aves como frango.
Além dos alimentos listados acima, é importante evitar o consumo de manteiga, gema de ovo e banha de porco. Atente também às preparações que contam com tais ingredientes, como bolos e tortas.

Maneire nas carnes
O alerta é redobrado aos bifes de carne vermelha porque eles são os que apresentam uma quantidade maior de colesterol, especialmente cortes que levam mais gordura. Porém, isso não significa que elas devem ser totalmente excluídas do menu.
Controlando a ingestão dos outros alimentos fontes de colesterol, é possível ingerir carne vermelha até três vezes por semana. O fato de as carnes vermelhas oferecerem mais colesterol, no entanto, não faz com que os outros tipos de carnes possam ser consumidos à vontade. As carnes brancas e magras também possuem colesterol e, por isso, devem ser dosadas. Leve em conta que o total da gordura obtido em um dia deve ser menor que 300 mg .
Retirar a gordura visível das carnes é mais um conselho, para ficar de olho no colesterol colocado no prato.

Controle a ingestão de biscoitos recheados
Você deve ficar de olho não só nas bolachas doces, mas em todos os produtos que levam gordura trans em sua composição. A indústria alimentícia utiliza a gordura hidrogenada na preparação de alguns produtos. A gordura hidrogenada, por sua vez, apresenta gordura trans , diz a nutricionista. O perigo do ingrediente é o mesmo que o da gordura saturada. Ou seja, ela influencia no aumento das taxas de LDL. Na hora das compras, verifique a porcentagem de valor diário (%VD) no rótulo dos alimentos. Valores de %VD acima de 20 são considerados altos. Opte por aqueles que apresentam números inferiores de gorduras saturadas, trans e colesterol.

Lance mão dos óleos vegetais
O óleo de canola e o azeite de oliva são bons exemplos de alimentos que você deve incluir na dieta. As gorduras monoinsaturadas presentes nos dois tipos de óleos vegetais ajudam a reduzir as taxas de LDL, colesterol maléfico. Já os óleos vegetais ricos em gorduras poliinsaturadas, como o de soja, girassol e milho, aumentam os níveis de HDL, considerado como bom colesterol. Outras opções de alimentos ricos nas gorduras que somam pontos positivos na luta contra as taxas de colesterol são os peixes.

Corte as frituras da sua rotina alimentar
Apesar do que se pensa, os alimentos fritos não influenciam diretamente no aumento de colesterol, a não ser que tenham sido produzidos com gordura de origem animal, como banha de porco. Porém, quando superaquecidos, os óleos sofrem mudanças nas estruturas das moléculas. Assim, o efeito que eles possuem de aumentar o HDL fica neutralizado.
Mesmo quando preparadas em óleos vegetais, as frituras não são aconselháveis para quem quer controlar os níveis de colesterol sanguíneo. O superaquecimento e reaproveitamento dos óleos formam substâncias que modificam o cheiro e a textura deles.
A acroleína, por exemplo, é uma substância que irrita a mucosa intestinal. Prefira sempre os assados e cozidos, mas não esqueça de dar atenção também ao tipo de alimento ingerido.

Pratique exercícios físicos
Os exercícios também entram em ação na luta contra o colesterol elevado. O especialista do HCor esclarece que, ao suar a camisa, você utiliza suas reservas energéticas, ajudando na diminuição de gordura corporal e, conseqüentemente, na baixa do colesterol sanguíneo.

E a receita do Cuscuz chegou...



Há 2 dias fiz um post aqui no Blog a respeito da nossa ansiedade pela chegada da famosa receita do cuscuz da Aninha.



E ao pedirmos a receita, ela gentilmente nos presenteou com essa delícia.
Valeu Ana!

Receita Cuscuz Paulista

1xícara de (chá) de óleo
2 cebola raladas
3 dentes de alho
1 xícara (chá) de salsa picada
1 xícara (chá) cebolinha picada
1 maço de coentro picado
1 lata de sardinha (ou 500g de camarão refogado)
1 Vidro de palmito picado
1 lata de ervilha
1 xícara chá de azeitonas picadas
4 tomates maduros picados sem sementes
2 pimentões ralados
Farinha de Milho
1 colher sopa de colorau
1 sachê de Mais Sabor vermelho ( tipo Sazón)
1 colher (chá) de pimenta
sal à gosto

Dica: Reserve um pouco de palmito, ervilha e sardinha para decorar a fôrma.

Preparo
Na panela, refogar a cebola, o alho com colorau, acrescente o restante dos ingredientes (menos a farinha de milho) deixe refogar um pouco mexendo sempre, coloque aproximadamente meio litro de água, deixe ferver até o tomate ficar bem cozido e acrescente a farinha aos poucos mexendo até ficar uma mistura homogênea e úmida.
Decorar a forma, cobrir com o cuscuz e apertar bem. Esperar esfriar e desenformar.
Obs. Não costumo enfeitar a forma com tomates, pois azeda o cuscuz muito rápido.

Fonte: Ana Maria, nossa amiga.

10.10.08

Gelatina Colorida




O mês de outubro é o mês das crianças, por isso pensamos em uma sobremesa leve e de fácil digestão.
Nessa versão colorida, fica ainda mais divertido e fácil agradar a criançada!



Ingredientes

1 caixinha de gelatina em pó sabor limão
1 caixinha de gelatina em pó sabor abacaxi
1 caixinha de gelatina em pó sabor morango
1 caixinha de Gelatina em pó sabor uva
meio envelope de gelatina em pó sem sabor (6g)
1 lata de leite condensado
1 medida (da lata) de leite
Preparo
Prepare as gelatinas coloridas separadamente, diluindo cada uma delas em meia xícara (chá) de água fervente e meia xícara (chá) de água fria.
Coloque em recipientes refratários retangulares ou quadrados.
Deixe esfriar e leve à geladeira, até que fiquem bem consistentes. Retire da geladeira e corte em cubos. Junte cinco colheres (sopa) de água fria à gelatina sem sabor e leve ao fogo em banho-maria até dissolver.
Bata no liquidificador o leite condensado com o leite e a gelatina sem sabor dissolvida até ficar homogêneo. Despeje os cubos reservados de gelatina em taças, despeje sobre eles a mistura de leite condensado e leve à geladeira até ficar consistente.

9.10.08

Cuscuz da Aninha


Gente, esse quitute da Ana é muito famoso entre os amigos.

Toda festa que tem aqui no jornal, não pode faltar o tal do cuscuz .
Só estamos aguardando a receita, com certeza ela deve guardá-la a sete chaves.
Enquanto a receita não vem, fica aqui a a foto desta delícia!

Ana, estamos aguardando.(E olha que a torcida pela chegada da receita é grande...rs)

Palha italiana

Simples, gostoso e o melhor: sem segredos. Aprenda a fazer esta delícia da Itália e agrade seus amigos e familiares.
Servido em festas, casamentos e confraternizações,
a palha italiana agrada à todos. Esta receita nos foi enviada pela nossa amiga Miriam.

Ingredientes

1 pacote de bolacha maisena 200 g
1 lata de leite condensado
2 colheres de (sopa) de margarina
2 1/2 colheres (sopa) de chocolate em pó (Nescau)
Açúcar

Modo de Preparo

Em uma tigela picar o pacote de bolacha (mais ou menos 4 pedaços por bolacha)
Em uma panela coloque o leite condensado, a margarina, o chocolate e misture tudo levando ao fogo mexendo bem até formar um mingau não muito grosso. Quando começar a desprender do fundo da panela, jogue a bolacha picada e continue mexendo até envolver toda a bolacha. Desligue o fogo. Unte uma forma e coloque a mistura espalhada, deixe esfriar e leve à geladeira por 30 minutos. Depois corte em quadradinhos e passe no açúcar.
Ed

8.10.08

Mais informações sobre adoçantes


Os adoçantes estão presentes em dietas de emagrecimento e de restrição de açúcar. Mas ultrapassar seus limites diários de ingestão traz riscos à saúde. Duas latas de determinados refrigerantes podem exceder a dose recomendada. É um direito do consumidor obter, nos rótulos dos produtos, informações completas sobre o consumo máximo diário.

Adoçante no cafezinho, no chá, no refrigerante diet ou light, no suco, nos refrescos em pó, no pudim, na gelatina. Hoje, nem é preciso estar muito acima do peso ou necessitar de dietas com restrição ao açúcar para consumir esses produtos.

Acontece que a ingestão de edulcorantes - substâncias substitutas do açúcar presentes em adoçantes e alguns alimentos e bebidas - sem informações básicas, como o limite de consumo diário recomendado, pode acarretar riscos à saúde.

Para não ultrapassar os limites diários (o que pode acontecer se forem ingeridos no mesmo dia vários produtos contendo a mesma substância), é importante que o consumidor esteja informado sobre a quantidade de edulcorante no produto e também sobre o máximo de ingestão recomendado sem prejuízo à sua saúde - informações essas que deveriam constar da embalagem dos produtos.

Entretanto, somente refrigerantes, sucos e pós para preparo de sucos regulados pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) informam a quantidade de cada edulcorante em relação a 100 ml ou 100 mg do produto, por força da Lei nº 8.918/94 e do Decreto nº 2.314/97. Mas chocolates, pudins, gelatinas, barras de cereais, geléias, adoçantes de mesa e demais alimentos regulados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) não são obrigados a declarar a quantidade dos aditivos em relação ao volume/massa do produto final.

Considerando que esses produtos não trazem essas informações, é possível que o consumidor ultrapasse a IDA (Ingestão Diária Aceitável) de determinado edulcorante sem saber. Pesquisa do Idec com refrigerantes, sucos e refrescos em pó revelou que o limite diário de cada aditivo pode ser ultrapassado facilmente, às vezes, apenas em uma unidade de um produto. É preciso ficar atento, sobretudo em relação às crianças e mulheres grávidas.


Fonte: Idec (Instituto Brasileiro de Defesa do consumidor)

Polêmicas


Adoçante engorda? A recente divulgação de um estudo da Universidade de Purdue - em que ratos teriam ganhado peso com sacarina, causou o maior rebuliço. Mas, segundo a nutricionista Marlene Merino, a substância em si não engorda. " A pesquisa americana verificou que o sabor muito doce deste edulcorante provocou reações exacerbadas no organismo dos ratos, e a falta da glicose foi compensada pelo maior consumo de ração. Ou seja, a sensação doce causada pela substância desregularia o organismo, levando-se a comer mais. Essa teoria não pode ser extrapolada para o homem que, entre outras coisas, possui um controle de ingestão muito mais complexo."

Causa câncer? "Não existem evidências cientifícas até o momento para sustentar essa hipótise em humanos. As pesquisas que geraram algumas dessas informações foram realizadas em ratos, com doses muito altas de edulcorantes e de forma aguda, o que não representa o uso regular do produto em pessoas diabéticas, por exemplo. O que ocorre é que, em doses excessivas, poderia provocar problemas de toxicidade nos órgãos excretores, como intestinos e rins" , fala a nutricionista.

Pensar que os adoçantes provenientes de frutas são mais saudáveis é um mito. "A frutose em forma de edulcorante pode favorecer a dislipidemia, que é um aumento anormal da taxa de lipídeos no sangue." Os profissionais são unânimes em recomendar moderação no consumo de adoçantes. Um exemplo: só porque são diet, os refrigerantes não devem ser tomados indiscriminadamente .



Fonte: Agência Estado

7.10.08

Madeleines


Quando conheci esse bolinho chamado Madeleine, fiquei apaixonada pelo sabor marcante de limão e pela suavidade da massa.
Boa pedida pra um fim de tarde friozinho com uma boa xícara de chá ou café.Fui pesquisar a receita e achei duas versões bem interessantes.Vou postá-las aqui e testá-las pra contar pra vcs qual a receita que mais gostei.

Existem forminhas em forma de concha pra assar as Madeleines.
Se vc não tiver, elas podem ser assadas em forminhas de empadinhas.

Ingredientes- Versão 1

100 g de manteiga sem sal
100 g de farinha de trigo
1/2 colher (chá) de fermento em pó
2 ovos médios
60 g de açúcar
30 g de mel
2 colheres (sopa) de suco de limão
uma pitada de raspas de limão

Preparo

1-Unte bem as forminhas de madeleines com manteiga sem sal e polvilhe farinha de trigo. Bata bem o excesso e reserve.
2- Peneire a farinha de trigo com o fermento.
3-Numa tigela, bata os ovos com o açúcar com a ajuda de um batedor de claras.
4-Junte o suco de limão, as raspas e a farinha peneirada. Misture só o suficiente para incorporar a farinha.
5-Derreta a manteiga junto com o mel em banho-maria ou por alguns segundos no microondas. 6- Despeje a manteiga na massa e misture bem.Cubra a tigela com filme plástico e leve à geladeira por, no mínimo, uma hora. Distribua a massa nas forminhas.
Não é preciso nivelar a superficie da massa pois ela vai se espalhar na fôrma enquanto assa. Leve para assar em forno preaquecido a 180° por cerca de 20 minutos. Rende 12 conchinhas.
Dica: Estes bolinhos franceses são muito saborosos! A massa é muito rápida de ser preparada mas precisa de um bom descanso na geladeira antes de ser assada, de preferência uma noite. Caso você não disponha deste tempo, deixe pelo menos uma hora na geladeira. Madeleines perfeitas têm um "calombo" inconfundível no centro da massa.
Ingredientes-Versão 2
125 g de açúcar
125 g de farinha
125 g de manteiga
2 ovos
2 limões (só a casca, raladinha)
2 colheres (de café) de fermento
Preparo

1- Bata os ovos com o açúcar, até formar uma mistura clara e fofa.
2- Acrescente a farinha e o fermento peneirados, e bata até incorporar.
3-Acrescente a manteiga derretida e as casquinhas de limão. Deixe descansar por 20 minutos (esse é o imprescindível segredo da perfeição) e despeje em forminhas untadas, preenchendo-as até 2/3.
4- Asse por 15 minutos no forno pré-aquecido a 220 °C , e desenforme quando ainda estiverem mornas.

Macarrão à Parisiense



E laiá, hoje eu tô cismada com molho branco...
Então lá vai mais uma receitinha boa pra vcs...


Má.


Ingredientes

1 pacote de macarrão (cerca de 500 g)
2 xícaras (chá) de sobras de frango desfiadas
1 lata de ervilhas escorrida
150 g de presunto em tiras
1 lata de creme de leite
1 1/2 colher (sopa) de margarina (30 g)
1/2 cebola ralada
3 tomates sem pele e sementes picados
1/2 xícara (chá) de leite
1 tablete de caldo de galinha
salsa e manjericão a gosto
pimenta do reino a gosto


Modo de Preparo


Cozinhe o macarrão "al dente" em 5 litros de água fervente com
sal e óleo. Enquanto isso, derreta a margarina e frite a cebola
até ficar transparente. Acrescente os tomates, o caldo de
galinha, a salsa, o manjericão e a pimenta e deixe refogar. Em
uma vasilha, misture o presunto, o frango e a ervilha e
acrescente ao refogado, junto com o leite. Retire do fogo e
misture o creme de leite. Sirva sobre o macarrão, polvilhando com
queijo ralado.

Este molho pode ser empregado com raviolis, capeletes ou outro tipo de macarrão.

Couve Flor com molho Bechamel


Sei que meu amigo Ed já postou anteriormente uma receita de couve flor, mas não poderia deixar uma 2ª versão da receita, só que agora com molho branco e gratinada.

É de encher os olhos..Hummmm...

Ingredientes

1 colher (sopa) de margarina
1 colher(sopa) de farinha de trigo
1 1/2 xícara (chá) de leite desnatado
quanto baste de noz-moscada
1 pé de couve-flor cozida (ao dente)
3 colheres (sopa) de parmesão ralado
Preparo do Molho
Derreta a manteiga em uma panela e junte a farinha. Doure levemente e junte o leite, aos poucos. Ferva até engrossar, mexendo sempre. Tempere com sal a gosto e noz-moscada.

Montagem
Coloque a couve numa travessa refratária e regue com o molho bechamel.
Polvilhe o queijo parmesão ralado e leve ao forno quente para gratinar.

Direito de todos, dever do Estado

É bom que saibamos dos nossos direitos.
Para conseguir que os tribunais obriguem os Estados a pagar seus remédios, os doentes usam como argumento o artigo 196 da Constituição, que diz "a saúde é direito de todos e dever do Estado, garantido mediante políticas sociais e econômicas que visem à redução do risco de doença e de outros agravos e ao acesso universal igualitário às ações e serviços para sua promoção, proteção e recuperação".
"Isso inclui exames, hospitalização e remédios, sejam eles quais forem, do mais caro quimioterápico a uma simples aspirina", diz a advogada Rosana Chiavassa. Esse direito foi o tema da cartilha O SUS Pode Ser o seu Melhor Plano de Saúde, distribuída pelo Instituto de Defesa do Consumidor (Idec).
"São poucas as pessoas que conhecem esse direito", afirma o advogado Carlos Eduardo Valdejão. "Quando sabem, acham que existem critérios de distinção entre os cidadãos. Não há. O direito é absoluto."
Para entrar na Justiça, o doente precisa ter um advogado. Caso não tenha condições financeiras, pode recorrer à Procuradoria de Assistência Judiciária de seu Estado, que dá assessoria gratuita. É preciso ter a indicação do remédio fundamentada pelo parecer de um médico.
Para obter um resultado imediato, os advogados entram com mandados de segurança. Se o juiz considerar que o doente precisa mesmo do remédio - o que nem sempre ocorre -, ele concede uma liminar que obriga o governo a fornecer o medicamento até o julgamento final do caso.
O Ministério Público também entra com ações semelhantes a favor de grupos de doentes. "Em 2004, conseguimos que o Estado passasse a fornecer dois importantes remédios para os doentes de hepatite C", lembra o promotor José Paulo França Piva, de São Paulo.
Os medicamentos básicos devem ser fornecidos pelas prefeituras. As drogas de alto custo, pelos Estados. O Ministério da Saúde ajuda prefeitos e governadores na compra desses medicamento.
Fonte: O Estado de S.Paulo

6.10.08

Focaccia

A focaccia é um pão muito popular na Itália. Plano e coberto com ervas e temperos, a sua receita básica é originada dos Etruscos, um agrupamento de povos que deu origem à região de Toscana. A focaccia pode ser consumida temperada com azeite, sal e ervas ou coberta com queijo e carne ou vegetais.

Também pode servir como base de pizzas ou ser consumida como sanduíche.

Eu já fiz uma focaccia em casa e fica uma delícia!Bom pra substituir aquela pizza de fim de semana, fica muito saborosa!

Ingredientes

¾ (chá) de óleo
1 tablete de fermento biológico
½ quilo de farinha de trigo
½ copo de leite morno
750 gramas de batata
Rodelas de tomate
pimenta-do-reino
orégano
azeitonas pretas picadas
Aliche
Sal á gosto

Preparo

Cozinhar as batatas, passar ainda quentes pelo espremedor e deixar esfriar. Dissolver o fermento no leite morno e acrescentar ao purê. Adicionar a farinha e o óleo, misturar tudo muito bem e estenda a massa numa assadeira untada com óleo. Espalhe por cima as rodelas de tomate e pedacinhos de aliche. Polvilhar com sal, pimenta e orégano. Deixar a massa crescer até dobrar de volume. Preaquecer o forno e assar a focaccia até dourar.

4.10.08

Guerra aos furinhos




Vamos falar um pouquinho sobre um probleminha chato, que atinge a maioria das mulheres.

Nem as top models nem as magrinhas estão imunes ao efeito "casca de laranja", temido por 99,9% das mulheres.

Porém, com as medidas certas, é possível reverter o mal. Confira abaixo dicas bem diferentes para combater o problema.

Corra pois o verão está chegando, guerra aos furinhos!!!

- Um bronzeado bonito e uniforme esconde as ondulações. Se não gostar de tomar sol, invista em loções autobronzeadoras.

- Esfregar com uma escova as áreas com o problema, diariamente, estimula a circulação e deixa coxas e bumbum lisinhos. Faça isso com a pele seca.

- Roupas com estampas pequenas e de tecidos com textura, como o linho, escondem os furos.

- Pratique musculação e coma mais proteína (carnes magras, feijão, nozes, leite e derivados). As proteínas ajudam a formar músculos, o que provoca o aceleramento do ritmo metabólico.

- Óleos essenciais de alecrim, erva-doce e patchuli amenizam a retenção de líquidos. Use em automassagens.

- A drenagem linfática é um tratamento barato e eficaz contra a celulite. E ainda fortalece o sistema imunológico.