29.6.10

Origem da panqueca

Não sabemos ao certo qual é a origem da panqueca. Mas o importante que é muito boa, e fácil de fazer. Aqui vai uma das histórias e uma receita básica pra quem não sabe.

Pancake, em inglês, é a origem da nossa palavra panqueca. Trata-se de um tipo de bolo (cake) de frigideira (pan), preparado com leite, farinha, ovos e, depois, servido com algum recheio doce ou salgado.As panquecas são de grande aceitação entre nós.

É uma massa semelhante à do crepe, um pouco mais consistente, feita em frigideira e recheada com carnes, queijo, frango ou legumes. São servidas cobertas com molho de tomate, branco ou rosé .Apesar da origem antiga, reivindicada por diferentes países, as panquecas estão sempre em alta graças à capacidade de se renovar, incorporando novos ingredientes.

Exatamente por isso, conseguem o prodígio de surpreender, mesmo depois de tantos séculos em cartaz. Sua origem é controversa, porém, seja qual for a versão que tomemos como verdadeira, não há dúvida: a receita é antiqüíssima.Originalmente, eram assadas em pedra quente, e mais tarde passaram a ser preparadas em chapa redonda de ferro sobre o fogo.

Há indícios de que suas raízes estejam no pão indiano chapati e nas panquecas chinesas. Mas os primeiros registros de panquecas foram feitos no século I, pelo gastrônomo romano Apicius, autor do receituário De re coquinaria. Ali se descobre que já naquele tempo as panquecas eram feitas com a mistura de leite, água, ovos e um pouco de farinha.Entretanto, os italianos defendem que a especialidade nasceu quatro séculos mais tarde - sem ter água entre os ingredientes.

Tal versão, religiosa, figura na Grande Enciclopedia Illustrata della Gastronomia (Selezione dal Reader's Digest, Milão, 2000). No século V, peregrinos franceses compareceram em peso a Roma para a Festa della Canderola. Chegaram cansados e famintos, porém movidos pela fé.

O papa Gelasio, empenhado em recebê-los bem, ordenou que a cozinha do palácio pontifício fosse abastecida com tantos ovos, sacos de farinha e litros de leite quanto fosse possível. As panquecas teriam nascido ali, ao acaso. Segundo essa história, os peregrinos saborearam a novidade e levaram a fórmula para a França.

Mas seja qual for a origem da nossa panqueca, a verdade é que esse delicioso prato pode ser saboreado em nossos restaurantes com vários recheios a sua escolha, elaborados com produtos da melhor qualidade.

Ingredientes

200 ml de leite integral
200 ml de farinha de trigo
1 ovo
1 pitada de sal
1 colher (sopa) de óleo de soja

Modo de Preparo

Bata o leite, a farinha, o ovo e o sal no liquidificador
À parte, despeje o óleo em uma frigideira antiaderente e leve-a ao fogo
Com o auxílio de uma concha, coloque uma porção de massa na frigideira e deixe-a assar até que as bordas fiquem douradas
Vire a panqueca para assar do outro lado e coloque o recheio escolhido ao centro.
enrole-a e sirva a seguir!

Dica : se achar que o recheio possa cair, coloque um pouca da massa nas bordas e aperte de leve e ela ficará fechada
Faça doce, salgada, vegetariana e por aí vai... Se desejar, pode colocar molho em cima queijo ralado e levar ao forno para gratinar.

Fonte: Coleção culinária DIA
Ed

14.6.10

Bolo Sonho de Valsa



Sou super fã da Simone Izumi do site Chocolatria e sempre que posso dou uma passadinha por lá para me inspirar quando quero fazer algo gostoso, pois lá sempre tem coisas maravilhosas.

Um dia precisei de uma receita de um super bolo de aniversário, pois meu irmão completaria anos e o tal bolo seria meu presente.
Nunca havia feito um bolo de aniversário, quando morava com minha mãe, a boleira era sempre a minha irmã, nunca eu, então imaginem minha insegurança!

Então arregacei as mangas e recorri ao site.Encontrei a receita de um Bolo de Sonho de Valsa.Comprei os ingredientes e fiz não só um bolo, mais 2 pois
estava com medo de faltar e eu passar vergonha.;-)

Deu certo, o bolo é maravilhoso, meu irmão e os convidados aprovaram.Segue a receitinha e a foto da minha primeira obra de arte.Simone, obrigada por sempre me inspirar!

Ingredientes:

175 ml de óleo – ou 1 copo americano

175 ml de café forte quente – ou 1 copo americano

4 ovos em temperatura ambiente

14 colheres (sopa) de farinha de trigo

14 colheres (sopa) de açúcar

4 colheres (sopa) de chocolate em pó

2 colheres (sopa) de fermento em pó

Modo de Fazer:

Bata tudo no liquidificador – ou bata a mão, com um fouet. Despeje a massa em uma assadeira untada e polvilhada com farinha de trigo. Asse em forno pré-aquecido (180°C) por cerca de 25 a 30 minutos, ou até espetar um palito e este sair seco.


Cobertura – (se quiser rechear, dobre a receita)

175 ml de leite

100 ml de creme de leite

1 xicara de chocolate em pó

2 latas de leite condensado

Junte todos os ingredientes na panela. Misture bem e leve ao fogo até engrossar levemente. Decore com raspas de chocolate ao leite e chocolate meio amargo.


Montagem:

Congele a placa do bolo já assada por 10 minutos . Corte no meio e em uma das metades, regue com guaraná gelado e,adicione o recheio de brigadeiro e os bombons esfarelados. Cubra com a outra metade do bolo,regue novamente com guaraná, espalhe a cobertura restante na parte de cima e laterais e espalhe as raspas de chocolate meio amargo e ao leite.

Dica: faça as raspas com descascador de batatas.

Fonte: http://www.chocolatria.com/2009/03/bolo-sonho-de-valsa-o-bolo-do-ma.html